Calvície tem Cura?

O que é calvície?

Estima-se que em torno de 40 milhões de brasileiros são calvos, sendo que a calvície atinge um número muito maior de homens do que de mulheres. No mundo dos calvos, alguns não se conformam e procuram por soluções. Muitas vezes, quem sofre de calvície já tentou os mais mirabolantes truques e tratamentos visando resolver ou amenizar o problema, além do que normalmente, essas pessoas não gostam nem mesmo de falar sobre o assunto.

Para algumas pessoas, a calvície é um problema. Mas, outras convivem muito bem com ela. Seja como for, o problema é caracterizado por uma perda de cabelo hereditária e ligada aos hormônios. Normalmente, a calvície começa a se apresentar após a puberdade, fazendo com que em grande parte dos casos as pessoas percam os cabelos de forma definitiva.

No início, a tendência é que o indivíduo afetado se acostume com o fato de ser calvo, partindo do princípio de que outros membros familiares têm o mesmo transtorno. Posteriormente, ao ser informado sobre algumas possibilidades de tratamento, sempre surge a dúvida sobre as chances reais de voltar a ter cabelo.

Causas da calvície

Há muita falta de informação com relação aos reais motivos causadores da calvície. Existe também baixa consciência sobre a importância de se consultar um dermatologista, profissional responsável por explicar as causas da alopécia, nome científico da redução parcial ou total de pelos, ou cabelos.

Tanto no homens como na mulher, o motivo principal é hereditário, apesar de que, no caso do homem, existe a participação do hormônio masculino nesse processo. Esse hormônio se liga ao folículo capilar na área da cabeça predisposta geneticamente para o desenvolvimento da calvície. Em função dessa associação, o hormônio desencadeia reações sobre o folículo capilar, fazendo com que o fio diminua o tempo de permanência no couro cabeludo. Com isso, a fase de crescimento do cabelo encurta, e seu comprimento também é reduzido.

Calvície começa com que idade?

em-que-idade-aparece-a-calvicieGeralmente, a calvície começa a se manifestar por volta dos 20 anos de idade. Para determinar se a queda dos fios é um sinal de calvície, existem exames dermatológicos que atendem a esse fim. Atualmente, um dos métodos de análise usados para o diagnóstico da calvície é o dermatoscope, um pequeno microscópio. Por meio dele, é possível ter uma ampla visualização de uma área que não sofrerá o efeito da calvície, como a região temporal próxima à orelha. Normalmente, esse ponto da cabeça é resistente ao problema. Assim, ao posicionar o microscópio nessa área, o dermatologista consegue enxergar apenas fios mais grossos.

Ocasionalmente, pode haver um ou outro fio de cabelo miniaturizado na região lateral da cabeça. Entretanto, quem possui calvície tende a apresentar um grande número de cabelos finos e poucos fios grossos nas áreas influenciadas pelo problema, como a região parietal.

Transplante para queda de cabelo

O transplante consiste na retirada de fios de cabelo da própria cabeça do paciente, mais precisamente da face posterior, situada acima da nuca, e das laterais do crânio. Esses cabelos são separados, um a um, mediante adoção das técnicas existentes atualmente. Depois, eles são transplantados da região anterior para a área calva do indivíduo. Esse procedimento pode ser efetuado a partir dos 17 anos. Assim que o indivíduo sofrer uma perda significativa de cabelo e, desde que ele possua uma área doadora farta, a cirurgia poderá ser concretizada.

Existem também outras alternativas, como o cabelo artificial que possui silicone, imitando o couro cabeludo. O interessante dessa prótese é que o próprio indivíduo pode removê-la e colocá-la novamente. Além disso, ela fica muito bem fixa sobre a cabeça, mesmo ao ser penteada ou, por exemplo, durante a natação.

Leia mais: descubra quanto custa um implante capilar.

A mídia, muita das vezes, impõe padrões estéticos que acabam limitando as alternativas das pessoas que não compreendam bem como é conviver com a calvície. Em primeiro lugar, ao saber que tem grandes chances de sofrer com a queda do cabelo, o indivíduo deve fazer alguns questionamentos sobre o que pode fazer para que sua vida não seja impactada, ou até mesmo melhorada, diante da calvície. Depois dessa reflexão, é possível perceber que o relacionamento existente entre ele e as outras pessoas deve ficar em primeiro plano, ajudando-o a sentir bem consigo mesmo.

Cura da calvície?

cura-para-calvicieO tratamento capilar tem o objetivo de prevenir a calvície total. Porém, se ela já estiver instalada, a situação não pode ser invertida, pelo menos com os recursos atuais da medicina. Nestes casos, somente o transplante pode solucionar a questão.

Atualmente, o homem calvo recebe prescrições de medicações tópicas e de via oral, no intuito de interromper o processo e até melhorar o aspecto relacionado ao volume capilar. Ao longo de aproximadamente 6 meses de tratamento, já é possível notar alguma melhoria, ao menos uma paralisação da progressão do quadro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *